Fortuna Literária - Cesar Poletto

Poetizar é exteriorizar, é exaltar o belo, e, acima de tudo, embriagar-se com a vida.

Textos
Acrósticos (3) Cartas (2) Contos (5)
Poesias (49) Prosa Poética (643) Sonetos (46)
Título Categoria Data Leituras
Sede Intensa Prosa Poética 13/07/06 49
Carpe Diem Ex Nunc Poesias 04/07/06 49
Amar Ou Se Deixar Levar Prosa Poética 04/07/06 49
POR QUE CORREMOS TANTO? Prosa Poética 27/11/09 48
NOJO Prosa Poética 03/03/08 48
NOITE DE LUA GORDA Prosa Poética 18/02/08 48
AQUÉM Prosa Poética 23/01/08 48
EU EM MIM Prosa Poética 11/10/07 48
ÉS A QUESTÃO Prosa Poética 12/09/07 48
ALMA DE MULHER EM ROUCAS PALAVRAS Prosa Poética 09/07/07 48
A! A! A! Prosa Poética 19/06/07 48
Dose de Vida no Amor Prosa Poética 30/01/07 48
Bubão Vilão no Caixão Poesias 31/10/06 48
O Aborto do Feto (O Entorno do Aceto) Prosa Poética 30/09/06 48
Quem Gosta de Chuchu? Prosa Poética 22/06/06 48
MULHER Prosa Poética 30/07/08 47
O BARCO DA INSPIRAÇÃO Prosa Poética 16/10/07 47
TAPETE DA ALMA Prosa Poética 13/08/07 47
Lembranças ao Vento Prosa Poética 10/05/07 47
Rima que Cega Prosa Poética 18/11/06 47
Página 9 de 38 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » [«anterior] [próxima»]
Site do Escritor criado por Recanto das Letras