Fortuna Literária - Cesar Poletto

Poetizar é exteriorizar, é exaltar o belo, e, acima de tudo, embriagar-se com a vida.

Textos
Acrósticos (3) Cartas (2) Contos (5)
Poesias (49) Prosa Poética (643) Sonetos (46)
Título Categoria Data Leituras
Antítese da Vida Prosa Poética 20/10/06 51
Mel a Escorrer Sonetos 01/10/06 51
O Orgasmo Prosa Poética 04/09/06 51
SEGREDOS DE AMOR – ENTRELINHAS NA BANDEIRA DOIS Prosa Poética 03/06/08 50
LUA NAMORADEIRA Prosa Poética 28/09/07 50
AMOR (AMBIGUIDADE DESAVERGONHADA POR DERIVAÇÕES INSÓLITAS) Prosa Poética 04/06/07 50
Escombros do Amor Prosa Poética 15/05/07 50
Esqueço-me Prosa Poética 14/05/07 50
Idílio de Amor Prosa Poética 29/10/06 50
Sol a Sol (Natureza Cíclica) Prosa Poética 27/07/06 50
O FLAMENGO Prosa Poética 26/05/08 49
E POESIA, O QUE É? Prosa Poética 20/05/08 49
JANELAS D'ALMA Prosa Poética 16/04/08 49
SURPREENDENTE Prosa Poética 12/10/07 49
DESTEMIDOS OLHOS TEUS Prosa Poética 14/08/07 49
O CIÚME Prosa Poética 15/06/07 49
Fio Sonetos 09/12/06 49
A Dois Passos do Céu Prosa Poética 04/10/06 49
Na Tarde de Domingo Poesias 23/08/06 49
Perigo: Veneno! Prosa Poética 16/08/06 49
Página 8 de 38 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » [«anterior] [próxima»]
Site do Escritor criado por Recanto das Letras