Fortuna Literária - Cesar Poletto

Poetizar é exteriorizar, é exaltar o belo, e, acima de tudo, embriagar-se com a vida.

Textos
Acrósticos (3) Cartas (2) Contos (5)
Poesias (49) Prosa Poética (643) Sonetos (46)
Título Categoria Data Leituras
SÓ POR ESTAR VIVO Prosa Poética 23/07/11 17
MAIS UM QUATRO DE JULHO Prosa Poética 04/07/11 25
NEM BEM JANTO OS HUMANOS Prosa Poética 30/06/11 15
A ESSÊNCIA DO POETA Prosa Poética 28/06/11 28
O AMÉM DOS DEUSES Prosa Poética 03/06/11 20
ONDE ESTÁ? Prosa Poética 08/02/11 42
TÃO SIMPLES COMO A VIDA Prosa Poética 20/01/11 29
O INDECIFRÁVEL SABOR DO VERSO Prosa Poética 13/01/11 30
QUANDO SE ESVAI A POESIA Prosa Poética 24/11/10 27
O QUE TODOS QUEREM Prosa Poética 09/09/10 28
MATAR AS CANDINHAS Prosa Poética 08/09/10 24
O TOM DA DOR Prosa Poética 06/09/10 32
O CHORO DAS BESTAS Prosa Poética 19/08/10 26
UM GOSTO, UM GESTO, A TAL PICARDIA Prosa Poética 03/07/10 25
RENASCER E SORVER A ESSÊNCIA Prosa Poética 05/06/10 27
O TEU CREPÚSCULO É O RENASCER DO MUNDO Prosa Poética 25/05/10 30
O GOZO Prosa Poética 24/05/10 34
SOLAR DAS ALMAS Sonetos 22/05/10 17
O AFETO É A AUTÊNTICA ENCARNAÇÃO DO AMOR Prosa Poética 27/04/10 24
OS VERSOS HÃO E OS POETAS SEMPRE ESTARÃO VIVOS Prosa Poética 26/04/10 16
Página 7 de 38 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » [«anterior] [próxima»]
Site do Escritor criado por Recanto das Letras