Fortuna Literária - Cesar Poletto

Poetizar é exteriorizar, é exaltar o belo, e, acima de tudo, embriagar-se com a vida.

Textos
Acrósticos (3) Cartas (2) Contos (5)
Poesias (49) Prosa Poética (643) Sonetos (46)
Título Categoria Data Leituras
A PODRIDÃO HUMANA Prosa Poética 22/07/08 62
E SE HOJE FOR A VÉSPERA DA MINHA MORTE? Prosa Poética 19/01/08 62
Academia Brasileira de Letras Acrósticos 27/09/06 62
Então, Faço Poesias 31/08/06 61
MALDITO TELEFONE Prosa Poética 04/10/07 60
O QUE ME COBRE SÃO BESTEIRAS Poesias › Surrealistas 22/06/07 60
Lição de Hoje (Mais Uma do Amor) Prosa Poética 14/11/06 60
Poetizar é Sonhar Prosa Poética 04/10/06 60
Natureza Harmônica Poesias 09/08/06 60
O PINTO Prosa Poética 17/09/07 59
GOTAS DE AMOR Prosa Poética 15/08/07 59
Terceira Lei de Newton Poesias 18/06/06 59
BOCA MORTA Prosa Poética 18/10/07 58
COM A ALMA NA JANELA Sonetos 14/10/07 58
Prosperidade Prosa Poética 23/12/06 58
Réstia de Amor Prosa Poética 06/10/06 58
Soneto do Homem Fraco Sonetos 22/08/06 58
Bruxas E Afins Poesias 09/08/06 58
NO FUNDO, SOMOS TODOS IGUAIS Prosa Poética 24/10/08 57
MOÇA NAMORADEIRA Prosa Poética 26/06/08 57
Página 5 de 38 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » [«anterior] [próxima»]
Site do Escritor criado por Recanto das Letras