Fortuna Literária - Cesar Poletto

Poetizar é exteriorizar, é exaltar o belo, e, acima de tudo, embriagar-se com a vida.

Textos
Acrósticos (4) Cartas (2) Contos (5)
Poesias (49) Prosa Poética (657) Sonetos (46)
Título Categoria Data Leituras
A INSPIRAÇÃO VAGA ALHURES Prosa Poética 20/05/08 34
DESTE LAMENTO BROTOU A MINHA PAZ Prosa Poética 12/04/08 34
SONO INGRATO Prosa Poética 09/04/08 34
Goles de Fúria (Mortes Torrenciais) Prosa Poética 22/05/07 34
CONTINUAM ESCARNECENDO A NOSSA POESIA! Prosa Poética 02/05/07 34
Somos Farinha, Não Temos Saco Prosa Poética 30/04/07 34
Governando a Poesia Prosa Poética 20/04/07 34
Paz e Pena Prosa Poética 16/03/07 34
Ceifando as Trompas Prosa Poética 14/11/06 34
Das Trevas ao Epílogo Prosa Poética 06/10/06 34
Arritmia Prosa Poética 04/10/06 34
Coisas a Deslizar pela Alvorada Sonetos 26/09/06 34
Tal Qual a Roda-Viva Prosa Poética 24/09/06 34
Sob o Braseiro da Luxúria Prosa Poética 22/09/06 34
Andar em Falso Entulho que Sou do Mundo Prosa Poética 07/09/06 34
Etílico Prosa Poética 07/09/06 34
Quem não Compreende Meus Versos Prosa Poética 06/09/06 34
POLÍTICOS: NOSSAS CICUTAS Prosa Poética 23/08/06 34
Trás dos Montes Prosa Poética 18/08/06 34
Copacabana Infinita Prosa Poética 16/08/06 34
Página 20 de 39 « 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 » «anterior próxima»
Site do Escritor criado por Recanto das Letras