Fortuna Literária - Cesar Poletto

Poetizar é exteriorizar, é exaltar o belo, e, acima de tudo, embriagar-se com a vida.

Textos
Acrósticos (3) Cartas (2) Contos (5)
Poesias (49) Prosa Poética (643) Sonetos (46)
Título Categoria Data Leituras
A Joaquim Maria Machado de Assis Acrósticos 16/06/06 179
Carta à Dona Morte Cartas 28/09/06 155
ENIGMAS DESTE AMOR Prosa Poética 30/10/07 154
MOÇA DOS MEUS VERSOS Poesias › Amor 21/06/07 142
A LUTA, A CRUZ E O LUTO Prosa Poética 27/08/07 141
Sou Assim Prosa Poética 30/06/06 130
Amor Desmesurado Amor Prosa Poética 17/10/06 123
Amor Prosa Poética 20/11/06 120
Dia sem Oceano (Vida sem Cazuza) Prosa Poética 28/04/07 117
O Engraxate do Amor Sonetos 16/01/07 110
Versos Meus Poesias 14/08/06 109
Na Rua, Um Banco Contos › Cotidiano 07/08/06 109
Paródia do Sapo Humano Poesias 24/07/06 108
Soneto da Paixão Sonetos 11/08/06 106
Alimentos Complexos, Teores Filosóficos Poesias 01/08/06 103
GORDURA INTERSTICIAL Prosa Poética 11/12/13 101
A Lei do Orgasmo Prosa Poética 12/04/07 96
VIRTUDES E VERDADES Sonetos 22/05/07 95
Apoliticamente (Apocalipticamente) Poesias 25/09/06 94
A Árvore que Chora Prosa Poética 18/07/06 94
Página 2 de 38 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » [«anterior] [próxima»]
Site do Escritor criado por Recanto das Letras