Fortuna Literária - Cesar Poletto

Poetizar é exteriorizar, é exaltar o belo, e, acima de tudo, embriagar-se com a vida.

Textos
Acrósticos (3) Cartas (2) Contos (5)
Poesias (49) Prosa Poética (644) Sonetos (47)
Título Categoria Data Leituras
MAIS UM QUATRO DE JULHO Prosa Poética 04/07/11 25
Mais Uma Vez Prosa Poética 14/08/06 29
MALDIÇÃO Prosa Poética 24/10/08 30
MALDITO TELEFONE Prosa Poética 04/10/07 60
Mania de Rotina Prosa Poética 04/07/06 39
Manto Nato Sonetos 05/02/07 51
MAR ABERTO NA IMENSIDÃO DO SENTIR Prosa Poética 18/11/13 19
Mar de Lamúria Prosa Poética 13/09/06 78
Marca D'Alma Prosa Poética 19/06/06 31
Marcas de Outono Prosa Poética 21/04/07 37
Marcha (Quase) Fúnebre Prosa Poética 05/02/07 37
MARCHA DA SOLIDÃO Prosa Poética 02/07/07 46
MARIONETES DA INSATISFAÇÃO E DA LUXÚRIA Prosa Poética 25/05/07 41
MASTIGO Prosa Poética 31/05/07 30
MATAR AS CANDINHAS Prosa Poética 08/09/10 24
MEDO Prosa Poética 25/05/09 34
Medo que Enterra Poesias 19/06/06 28
Mel a Escorrer Sonetos 01/10/06 51
MELANCÓLICA Prosa Poética 12/05/15 8
Memória Ácida Prosa Poética 26/08/06 33
Página 18 de 38 « 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 » [«anterior] [próxima»]
Site do Escritor criado por Recanto das Letras