Fortuna Literária - Cesar Poletto

Poetizar é exteriorizar, é exaltar o belo, e, acima de tudo, embriagar-se com a vida.

Textos
Acrósticos (4) Cartas (2) Contos (5)
Poesias (49) Prosa Poética (657) Sonetos (46)
Título Categoria Data Leituras
POUCOS ENTENDERÃO O QUE EU DIGO Prosa Poética 30/05/07 39
Assim É! Prosa Poética 29/03/07 39
Novelos da Vida Prosa Poética 09/03/07 39
Impunemente Prosa Poética 13/10/06 39
O Peso da Vida Prosa Poética 02/10/06 39
Mágoa de Menino Prosa Poética 23/09/06 39
Soneto De Uma Triste Herança Sonetos 12/09/06 39
Moral da História Prosa Poética 11/09/06 39
Sentimentos Prosa Poética 16/08/06 39
Filosofia Cega Prosa Poética 05/07/06 39
Mania de Rotina Prosa Poética 04/07/06 39
Outorga à Consciência Prosa Poética 14/06/06 39
Do Absinto ao Fel Poesias 13/06/06 39
A VIDA É CHEIA DESSAS COISAS Prosa Poética 31/10/09 38
O GOZO DA LUA Prosa Poética 25/09/08 38
APRECIA UM PENSAR? – A LÓGICA DA ALMA Prosa Poética 21/07/08 38
NÃO É TÃO BOM SER BOM Prosa Poética 20/05/08 38
O BESOURO E A MALDADE Prosa Poética 30/08/07 38
DOCE EM SOLIDÃO Prosa Poética 09/06/07 38
João e Marias Prosa Poética 30/04/07 38
Página 15 de 39 « 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 » «anterior próxima»
Site do Escritor criado por Recanto das Letras