Fortuna Literária - Cesar Poletto

Poetizar é exteriorizar, é exaltar o belo, e, acima de tudo, embriagar-se com a vida.

Textos
Acrósticos (3) Cartas (2) Contos (5)
Poesias (49) Prosa Poética (644) Sonetos (47)
Título Categoria Data Leituras
FALO DA VIDA Prosa Poética 13/06/07 39
FAZ-SE AMOR Prosa Poética 03/12/08 39
Fé que Alimenta Prosa Poética 23/07/06 30
FEDE A POESIA Prosa Poética 12/09/07 42
Fel na Pureza Poesias 17/07/06 33
FEMININÍSSIMA Sonetos 06/11/07 86
FERMENTO DO AMOR Prosa Poética 09/07/07 64
Ferrugem Prosa Poética 04/10/06 30
Filó de Foice Prosa Poética 01/07/06 28
Filosofia Cega Prosa Poética 05/07/06 39
FILOSOFIAS Prosa Poética 09/07/08 30
Filosoficamente Prosa Poética 16/09/06 29
Fio Sonetos 09/12/06 49
Foi-se Prosa Poética 13/06/06 29
FOI-SE EMBORA O ZIGOTO Prosa Poética 08/09/07 41
FOME DESSAS COISINHAS Prosa Poética 22/11/08 32
FOTOSSINTETIZANDO A SÁTIRA DO VERSO (OCULTADOS GESTOS) Prosa Poética 19/02/14 41
Frágil Como Bruma Prosa Poética 30/04/07 37
Frescamente Prosa Poética 31/07/06 33
FULGURAS Prosa Poética 03/06/15 9
Página 14 de 38 « 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 » [«anterior] [próxima»]
Site do Escritor criado por Recanto das Letras