Fortuna Literária - Cesar Poletto

Poetizar é exteriorizar, é exaltar o belo, e, acima de tudo, embriagar-se com a vida.

Textos
Acrósticos (3) Cartas (2) Contos (5)
Poesias (49) Prosa Poética (640) Sonetos (46)
Título Categoria Data Leituras
MULHER DE SAIA Sonetos 14/04/08 92
NO ABISMO DAS ENTRELINHAS Prosa Poética 14/04/08 40
SOBREVIVÊNCIA Prosa Poética 13/04/08 39
DESTE LAMENTO BROTOU A MINHA PAZ Prosa Poética 12/04/08 34
MEU OCEANO Prosa Poética 12/04/08 37
SONO INGRATO Prosa Poética 09/04/08 34
A AFOGAR O MEDO Prosa Poética 09/04/08 44
É SEGREDO! Prosa Poética 09/04/08 51
LIXO Prosa Poética 09/04/08 39
DO MEU UÍSQUE Prosa Poética 09/04/08 35
ESTRO EM CORPO NU - IMPOSSIBILIDADES SUBLIMINARES Prosa Poética 08/04/08 41
UM VIVA À POESIA! Prosa Poética 18/03/08 45
ÚLTIMA PROSA POÉTICA - FALTARAM-ME AS PALMAS Prosa Poética 14/03/08 46
A VACA E A SAIA Prosa Poética 10/03/08 52
OBRA ESQUIVA Prosa Poética 06/03/08 35
NOJO Prosa Poética 03/03/08 48
NOITE DE LUA GORDA Prosa Poética 18/02/08 48
OS TRÊS LADOS DA VIDA Prosa Poética 11/02/08 66
AS BRUXAS FEDEM Prosa Poética 04/02/08 45
MUITO ALÉM DO SILÊNCIO Prosa Poética 29/01/08 69
Página 14 de 38 « 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 » [«anterior] [próxima»]
Site do Escritor criado por Recanto das Letras