Fortuna Literária - Cesar Poletto

Poetizar é exteriorizar, é exaltar o belo, e, acima de tudo, embriagar-se com a vida.

Textos
Acrósticos (4) Cartas (2) Contos (5)
Poesias (49) Prosa Poética (657) Sonetos (46)
Título Categoria Data Leituras
Embora Não Saibamos Viver Prosa Poética 02/05/07 47
Rima que Cega Prosa Poética 18/11/06 47
INVEJA AOS PORCOS Prosa Poética 29/10/08 46
POBRES VERSOS Prosa Poética 09/05/08 46
ÚLTIMA PROSA POÉTICA - FALTARAM-ME AS PALMAS Prosa Poética 14/03/08 46
SEM TI, Ó SONHO! Prosa Poética 11/10/07 46
DEVANEIO AÇUCARADO Prosa Poética 10/10/07 46
A MOÇA E O MUNDO Prosa Poética 10/09/07 46
MARCHA DA SOLIDÃO Prosa Poética 02/07/07 46
O Assassinato Sonetos 12/05/07 46
Num Dia Como Esse Prosa Poética 01/12/06 46
A TI, RELES EXISTÊNCIA Prosa Poética 21/11/08 45
UM VIVA À POESIA! Prosa Poética 18/03/08 45
AS BRUXAS FEDEM Prosa Poética 04/02/08 45
DESGOSTO PRECISO Sonetos 26/05/07 45
Ser Prosa Poética 20/04/07 45
AQUECIMENTO GLOBAL Prosa Poética 06/05/08 44
TUDO SE PERDE Prosa Poética 16/04/08 44
A AFOGAR O MEDO Prosa Poética 09/04/08 44
LUA INCHADA Prosa Poética 05/12/07 44
Página 10 de 39 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » «anterior próxima»
Site do Escritor criado por Recanto das Letras