Fortuna Literária - Cesar Poletto

Poetizar é exteriorizar, é exaltar o belo, e, acima de tudo, embriagar-se com a vida.

Textos
Título Categoria Data Leituras
A AFOGAR O MEDO Prosa Poética 09/04/08 44
A Árvore que Chora Prosa Poética 18/07/06 94
A CARA DO SILÊNCIO E SUAS MAZELAS Prosa Poética 01/08/09 25
A CEGA E ESTÚPIDA MANIA DE SER FELIZ! Prosa Poética 16/11/12 11
A COLHER O MAR Prosa Poética 05/06/07 35
A DIVAGAR Prosa Poética 19/05/15 9
A Dois Passos do Céu Prosa Poética 04/10/06 49
A EPOPÉIA MAGNÍFICA DO VIVER Prosa Poética 02/02/09 31
A ESSÊNCIA DO POETA Prosa Poética 28/06/11 28
A FORÇA QUE PARIU A VIDA Prosa Poética 19/05/09 28
A GÊNESE - TOMOS DE INTROSPECÇÃO Prosa Poética 15/02/19 10
A INSPIRAÇÃO Prosa Poética 26/05/07 35
A INSPIRAÇÃO VAGA ALHURES Prosa Poética 20/05/08 34
A Lei do Orgasmo Prosa Poética 12/04/07 96
A LÚDICA FELICIDADE Prosa Poética 30/01/14 11
A LUTA, A CRUZ E O LUTO Prosa Poética 27/08/07 141
A MAIS LONGA PROSA DE TODAS, POIS A MENTE HUMANA TEM MEANDROS QUE A PRÓPRIA IGNORA, PARA QUE POSSAMOS SOBREVIVER NO ESPAÇO ATEMPORAL Prosa Poética 21/12/15 16
A Mão da Morte Prosa Poética 05/08/06 32
A MARCHA DA VIDA URGE COMO O TEMPO Prosa Poética 15/04/09 25
A ME JANTAR Prosa Poética 09/07/08 32
Página 1 de 32 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » [próxima»]
Site do Escritor criado por Recanto das Letras