Fortuna Literária - Cesar Poletto

Poetizar é exteriorizar, é exaltar o belo, e, acima de tudo, embriagar-se com a vida.

Textos
Acrósticos (3) Cartas (2) Contos (5)
Poesias (49) Prosa Poética (636) Sonetos (46)
Título Categoria Data Leituras
ATÉ QUANDO AS RETICÊNCIAS? Prosa Poética 06/01/10 24
INDA RESPIRO Prosa Poética 18/12/09 16
POR QUE CORREMOS TANTO? Prosa Poética 27/11/09 48
A VACA DE EUSÉBIO Prosa Poética 24/11/09 28
VINDE A MIM Prosa Poética 19/11/09 18
AMOR “AL DENTE” Prosa Poética 31/10/09 24
A VIDA É CHEIA DESSAS COISAS Prosa Poética 31/10/09 38
QUANDO ESCREVO... Prosa Poética 28/10/09 31
SEM MEDO DE SENTIR Prosa Poética 26/10/09 24
AMOR, VERSO E ESPADA Prosa Poética 21/10/09 19
É O TESÃO! Prosa Poética 21/10/09 29
NADA MAIS Prosa Poética 16/10/09 20
ENTREGUE-SE AO VEZO DE AMAR Prosa Poética 16/10/09 22
O QUE NOS PRENDE À VIDA Prosa Poética 10/10/09 31
POR TRÁS DA BELEZA Prosa Poética 08/10/09 31
PASSA O TEMPO, UNTA E ASSA A VIDA Prosa Poética 05/10/09 25
INTRÓITO PRIMAVERIL Prosa Poética 22/09/09 18
QUAL O SEU MEDO? Prosa Poética 15/09/09 39
COMO ERA BOM! Prosa Poética 09/09/09 25
A MORTE E SUAS ANÁGUAS Prosa Poética 21/08/09 19
Página 8 de 38 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » [«anterior] [próxima»]
Site do Escritor criado por Recanto das Letras